E lá vem o design...

Estudando aqui, estudando ali... Esse negocio de "Industrial Design" mexe muito comigo. Desde que comecei o IED eu tenho entrado em contato com varias coisas bacanas, e achei que devia tentar passar alguma coisa que estou aprendendo, que está me empolgando no meu primeiro post, ainda mais se contando que o centopedia (fica mais legal pronunciar em italiano heim!) está se tornando um misto de lifhacker e clipmarks(o que é bacanasso por sinal).
Entao, toda quinta feira, eu tenho uma tal de aula de "Sketch" (esboço) . É para aprender a desenhar esboços rapidos de produtos, que nem o Chip Foose faz. Qual o material? Lápis de desenho, lapiseira e estilete (borracha e apontador e regua sao proibidos) e Sketch Book.
Ta aí uma ideia boa. Sketch Book seria um caderninho pequeno, para seus esboços. Um caderno tamanho A5 (metade de um A4) com capa bem dura (já que voce vai usar pra desenhar ate no onibus). A ideia do sketch book é, guardar ideias. Sabe o tal do "diario" que é tao ridiculo? Essa é a versão "Indie" do diario. Nele voce teoricamente desenha o que estiver afim, coisas/paisagens e tudo mais que voce ver, e gostar. Poe suas ideias absurdas no papel, escreve coisas que voce viu e achou bacana(como aquela propaganda de motel com slogan irado, ou trechos de letras de funk que voce adora). Faz esboço mesmo das suas ideias, e das ideias dos outros que te interessaram. Nao é gay que nem diario, falando o que aconteceu contigo, como vc cortou seu pulso com papel fino e etc.
Porque é legal? Porque agora voce vai ter aquela tua ideia maravilhosa, e nao vai esquecer. Porque voce vai ver aquela logomarca irada, e vai se lembrar. Porque voce vai criar um "dicionario de ideias" (suas e externas). E quem precisa de dicionarios de palavras, se a parte mais legal da vida são as criações (as realizadas, e as idealizadas)?
Confesso que é dificil achar um caderninho com tais especificações, mas ao ver uns dos 30 (sim, mais de 30) que meu professor de sketch tem, fiquei extremamente empolgado, e agora sempre que penso em algo bacana, lembro "ah se eu tivesse meu sketchbook na mao". Entao se voce nao achar, voce pode mandar fazer um ( mandei fazer dois com 150 folhas por 12 reais cada, capa dura, cor da minha escolha, espiral e podia ainda mandar botar meu nome na capa!).

Minha dica: tenha um sketch book à mão. Eu nao tenho, mas depois te conto como é feliz isso.
(vou acabar desenhando um mapa de sao paulo tb no sketch book)

Dicionário de ideias. Acho que depois vou inventar um jeito de fazer um dicionario de reações.

Depois eu mostro umas partes de uns sketchbooks alheios (tem caras que fazem até estudo de anatomia, muito Leleco da Vinci)

4 comentários:

gugu disse...

é leo, isso tudo que você falou está diretamente ligado com o que falei sobre a NASA e eu com meus .txt

fica ate complicado explicar o quão funcional é, simplesmente funciona

Leleco disse...

Poisé, foi lendo seus topicos que me inspirei nesse "lifehack"

mas ultimamente tenho tentando fazer uns rabiscos estilo "sketch" (e nao desenhar direito) só pra ver, e a velocidade da coisa é idiota gugu!

meu professor tem uns sketchs horriveis, que voce nao entende nada, ai ele fala "isso aqui é um café que vi em paris" PRONTO!
parece que voce ta dentro do lugar, muito perfeito.

vou praticar essa ideia.

Luiza disse...

um bom "nota mental" também cai bem as vezes! são desses pequenos plins que os projetos fodas surgem! quem dera deus tivesse me dado talento =/

Jules disse...

eu sempre me esqueço das minhas idéias. =/